Tecnologia do Blogger.

É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha...


ATENÇÃO!!! Prepare-se porque o que estou prestes a te revelar, possivelmente será um divisor de águas na sua vida. Pelo menos para mim foi. Confira.






Antes de mais nada permita-me dizer que até os 7 anos de idade, nosso cérebro funciona como se fosse uma esponja, ele absorve tudo sem distinções. É uma fase em que estamos conscientes, porém não estamos conscientes que estamos conscientes, deu para entender? É como se fizéssemos as coisas sem pensar, sem refletir agindo puramente pelo instinto, é a fase em que a nossa estrutura cognitiva - nossa inteligência intra-pessoal- está sendo formada.


Pois bem, imagine você com 7 anos de idade, imaginou? Imagine sua mãe te colocando a sua melhor roupa e você não sabe para onde vai, mas sabe que é um lugar importante, pois te colocaram a sua melhor roupa. Pois bem, você vai, entra em um lugar com muitas pessoas, e uma outra pessoa em cima de um palco diz: 


É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus!!!




Terminou o sermão, seus pais te levam ao zoológico, e você vê um bicho enorme e você pergunta: Que bicho é esse? E te respondem: É um CAMELO.
Você chega em casa, abre a gaveta de costura da sua mãe, pega uma agulha, dá uma olhada e diz: Eu quero ser pobre. Só que você esqueceu que disse isso. 
Os anos passam, porém essa informação fica registrada no seu subconsciente e você não sabe de onde veio, sabe apenas que está lá.




De repente você começa a trabalhar, e ao mesmo tempo começa a patinar, começa entrar em dívidas, trabalha e gasta, trabalha e gasta....(quando não gasta mais do que ganhou).
A informação que você absorveu durante a sua infância ficou escondida, e transformou-se em uma crença que você não sabe de onde veio, mas sabe de alguma forma que é uma verdade, de que é mais fácil um camelo....


E como você quer entrar no reino dos céus, você começa a fazer uma auto-sabotagem, você começa a se livrar do dinheiro, e corta qualquer tipo de ambição de obte-lo, fica na mediocridade até a velhice, aposenta-se com 1 salário mínimo dá Graças a Deus por isso, adoece e morre depois de alguns anos. 


Eu te digo: Que vida sensacional hein? Simplesmente a sua passagem nessa terra foi digna de aplausos. Deixando a ironia de lado, você veio e passou por essa vida como se fosse mais um na multidão, não fez nada para você e nem para o seu próximo.


Pois é, existem milhões de pessoas que pensam dessa forma e é por isso que continuam sendo mais uma entre milhões.
Agora chega, vamos desvendar o que está por trás dessa parábola do nosso senhor Jesus, já posso escutar o barulho de trancas se destravando em sua mente, que beleza... vamos lá!




DESTRAVANDO A SUA MENTE


Há centenas de anos, nas muralhas de Jerusalém (onde existem resquícios até hoje), haviam pequenas portinholas chamadas FUNDO DE AGULHA. Porque os grandes portões da cidade, eram fechados as 6 horas da tarde, e o único jeito das caravanas de camelos entrarem na cidade de Jerusalém, após esse horário, eram através do fundo de agulha.




Só que para o camelo passar por essa portinhola, ele tinha que passar de JOELHOS e DESCARREGADO, (andar de joelhos não é difícil para um camelo), fazendo aí a simbologia de que para entrarmos no Reino do Céus, devemos estar de joelhos (humildemente) e sem carga (sem nossas riquezas materiais).




Certamente você já ouviu algum pregador dizer que esse “camelo” citado por Jesus era na verdade um fio de linha feito de algodão usado na confecção de roupas, ou seja, o que conhecemos hoje em dia pela nossa mãe ou avó fazendo roupas de tricô ou crochê. Explicam que por se tratar de um material feito manualmente, esse fio não tinha a firmeza que os fios industriais de hoje em dia possuem, dificultando assim a passagem pelo orifício de uma agulha de costura e levava-se muito tempo para conseguir fazer isso, e finalmente quando se conseguia atravessá-lo, uma parte difícil do trabalho havia sido conquistada, logo, um rico entrar no reino de Deus era tão difícil quanto a tal tarefa, por isso Jesus usou esse exemplo. 



E a agulha? Dizem que a agulha era uma pequena porta nos muros da cidade e os viajantes ao chegarem durante a noite, deixavam os camelos do lado de fora do muro e passavam abaixados por essa porta, porque as outras portas que os camelos usavam ficavam fechadas durante a noite, devido ao perigo de assaltos e roubos, mas essa pequena porta deixada para as pessoas entrarem era obviamente impossível ser usada por um camelo. Sei e ninguém roubava o camelo?




Existem muitas outras explicações, dizem também que a porta era a passagem estreita de um curral e seria uma passagem muito apertada dificultando assim o camelo sair do curral. O animal ficava preso durante o tempo que não estava sendo usado em trabalhos, logo, o rico entrar no reino de Deus era semelhante a essa dificuldade que o camelo tinha em fugir do lugar onde era posto. 




Jesus na verdade falou das impossíbilidades e nao das possibilidades.
Ele não disse que o camelo passa, ele disse que é mais fácil...
É mais fácil eu criar asas e voar do que correr a 100 km/h. É um exemplo de impossibilidade.



Agora troque o rico por qualquer um de nós e veremos que Jesus estava falando de salvação, então: Ninguém vai ao pai a não ser por mim, disse Jesus. E um rico verdadeiramente convertido ao evangelho se salva pela graça que há em Cristo Jesus, e depois de convertido não terá a necessidade de adquirir tesouros na terra e sim no céu.






TUDO O QUE VOCÊ “TEM”, NA REALIDADE VOCÊ NÃO TEM, você está apenas tomando conta, porque quando você morrer ficará tudo por aqui, você não concorda?


Isso é verdade que para entrar no reino dos céus você vai entrar sem os seus bens materiais, mas acredito que não é verdade que se você tiver bens materiais você não entrará no reino dos céus.


Podemos usar uma corda para salvar alguém do abismo, ou podemos usar a mesma para matar alguém enforcado, intrinsecamente a corda não é boa e nem ruim, a corda é apenas uma corda, um instrumento.


O dinheiro é a mesma coisa, ele é um instrumento que você pode usar para diversos fins, tanto bons quanto ruins, a liberdade de escolha continua sendo sua.


Você tem que entender que não tem nada de errado em você ganhar dinheiro, agora você deve entender também que você não levará nada daqui, você tem que fazer o dinheiro funcionar para você e para as outras pessoas.


Afinal, como você pode ajudar os mais necessitados, sendo mais um deles? Pense nisso.




Espero ter decifrado uma crença acalentada em sua mente há muitos anos, muitas pessoas são travadas financeiramente por terem absorvido crenças como estas que acabamos de desvendar, não sei se foi o seu caso, de qualquer forma estarei colocando mais informações para desobstruir essa coisa maravilhosa que você tem entre as suas orelhas e seu cérebro e assim ajudar você a conquistar a INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA, objetivo da existência desse blog.


Obrigado mais uma vez, e espero ter te ajudado de alguma forma.

veja a cont. do estudo: Natureza Humana: Possuir é Inerente ao Homem.


"O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos, mas a riqueza do pecador é depositada para o justo." - Provérbios 13:22

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

links

os melhores blogs evangélicos

2leep.com

top visitas

agregadores

About This Blog

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP