Tecnologia do Blogger.

ARQUEOLOGIA DO TANQUE DE SILOÉ


O tanque de Siloé, onde Jesus enviou o cego para que fosse curado, está localizado no vale do Tiropeón, no extremo inferior do canal subterrâneo de Ezequias (Túnel de Siloé). Este canal cavado na rocha trazia a água até a cidade desde o manancial de Gibom (o manancial da virgem).

No tanque foi encontrado uma inscrição que descreve como trabalharam os mineiros que construíram o túnel, partindo em dois grupos das extremidades e se encontraram no meio. Tanto a construção do tanque como o túnel, devem atribuir-se ao rei Ezequias (2 Re 20.20; 2Cr 32.2-4;). “As águas de Siloé que correm abundantemente” (Is 8.6) se refere a estas águas que fluíam através do túnel de 530 metros até este tanque, chamado Siloé, do outro lado do vale do Cedrom. O tanque era utilizado com muita frequência pelos habitantes de Jerusalém, que o consideravam sagrado.



O Fundo de Exploração da Palestina empreendeu escavações no lugar entre 1896 a 1997, e traçou 34 degraus que desciam até o tanque. A parte principal desta escada foi construída de pedras duras e bem ajustadas, postas sobre um leito de lascas de pedra e de argamassa de cal, mas a outra porção estava cortada em rocha natural e as marcas estavam bem gastas pela passagem de tantos pés. O contorno do antigo tanque demonstrava que o antigo tinha sido duas vezes maior que o atual.

Os escavadores também encontravam as bem conservadas ruínas do edifício abobadado de uma igreja construída ali pela imperatriz Eudoxia no século quinto, e as ruínas de um mosteiro que tinha sido edificado no século onze. A torre de Siloé, que ao cair matou 18 pessoas, estava nessa área (Lc 13.4).
O mistério só foi resolvido quando os arqueólogos deixaram de lado a análise da inscrição para se concentrar na datação do túnel com as técnicas de carbono 14 e radiometria. Os resultados identificaram que a obra havia sido construída por volta de 700 a.C., assim como relata a Bíblia. "Não é um método ou outro de análise, mas o cruzamento dos dados obtidos por cada um o que torna a avaliação mais precisa. Quanto mais técnicas utilizadas, menor a chance de erro", diz Rodrigo Silva, especialista em arqueologia bíblica pela Universidade Hebraica de Jerusalém e curador do museu Paulo Bork, o único do gênero na América Latina, situado na região de Campinas (SP).

Este é o tanque de Siloé, no qual o cego devia lavar os seus olhos para recuperar a visão. Como nos tempos de Jesus, a água vem para o tanque por um túnel cavado em 700 A.C. pelo rei Ezequias para abastecer de água Jerusalém durante os cercos dos assírios (II Reis 20:20 - "Quanto aos mais atos de Ezequias, todo o seu poder, como fêz o açude e o aqueduto e trouxe água para dentro da cidade, porventura não está escrito no livro da história dos reis de Judá?" e II Crônicas 32:30 - "Também o mesmo Ezequias tapou o manancial superior das águas de Giom, e as canalizou para o ocidente da cidade de Davi. Ezequias prosperou em toda a sua obra".

localizaçao do tanque de Siloé


Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

links

os melhores blogs evangélicos

2leep.com

top visitas

agregadores

About This Blog

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP