Tecnologia do Blogger.

UMA LENDA - Apocalipse 12



E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.
E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar à luz.
E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete Diadema.
E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho.
E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono. Apocalipse 12:1-5

Muitos utilizam este texto para afirmar a queda de Lúcifer ( de um ser que não existe), tratando de dizer sobre o dragão que levou a terça parte do céu. Que pena que faltou estudo para perceber que isto é apenas uma lenda e uma adaptação.

E ainda tem o fator de dizer que esta mulher é a tribo de juda (ou Maria) e está falando de Jesus. Então vai ter que engolir pontos cruciais do texto.
Vamos a eles: veja bem apocalipse foi escrito posterior a Jesus, por volta do ano 95 dc. E o texto afirma (E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro...)
(...há de reger ...) Ainda vai governar? O escritor afirma que ele não governa.
(...e o seu filho foi arrebatado para Deus) Ele foi arrebatado? Num é estranho?

Como disse no titulo, é uma lenda adaptada para o objetivo do escritor. Ele usou de 2 lendas, uma babilônica e outra egípcia. Vamos a elas.

Origem babilônica

Alguns estudiosos traçaram o capitulo inteiro de um velho “mito babilônico” que tratava da guerra entre Tiamat, o dragão de 7 cabeças, e os deuses. Que não foi decidido ate Marduk, o deus da luz surgir.
Nesta contenda Tiamat derruba um terço das estrelas. A grande Águia é a constelação chamada de Águia, que Gunkel supõe ter sido o servo de Marduk. Tiamat sabendo do destino da criança procura mata-lo no momento em que nascesse, mas é resgatado para um lugar de segurança. Então Tiamat se volta contra a mãe, mas com a ajuda da águia e da terra, ele é salva. Logo após a sua fúria é dirigida para contra o resto dos seus filhos. Na ultima Marduk cresce e retorna e vence Tiamat.

Origem egípcia

Outros estudiosos recorrem à mitologia egípcia para a fonte do texto, e encontram no mito de Hathor, Osiris, Horus e Set as semelhanças. A mulher que é a mãe da criança é a deusa Hathor (ou seja, Isis), que é representada com um sol sobre a sua cabeça. A criança é Horus, filho de Osiris; o dragão é Typhon (Set), os símbolos favoritos para desiguina-los são: dragão, serpente ou crocodilo.

Este mito primitivo é na realidade “a velha historia do conflito entre a luz e as trevas, ordem e desordem”, transferindo assim para outras religiões e culturas, adaptadas pela espiritualização (criatividade) dos fiés.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

links

os melhores blogs evangélicos

2leep.com

top visitas

agregadores

About This Blog

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP